quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Ensaio sobre os temíveis 'planetas gigantes' que nunca colidem com a Terra



(Olhar Cético - Galileu) Outro dia, andando por Campinas (SP), encontrei, num ponto de ônibus, um cartaz de propaganda do livro “Hercólubus ou o Planeta Vermelho”, obra que busca alertar a humanidade para a colisão iminente de um planeta gigantesco, seis vezes maior que Júpiter, o tal Hercólubus, com a Terra. Para mim, foi como encontrar um cartaz anunciando um novo show do Milli Vanilli. Pensei: mas, jura que alguém ainda leva isso a sério?

Para ser justo, Hercólubus é mais recente que o Milli Vanilli, uma dupla pop que fez um sucesso estrondoso no fim dos anos 80, antes de desaparecer sem deixar vestígio. O livro, até onde consegui apurar, foi publicado originalmente em 1999, um ano antes da morte de seu autor, um ocultista colombiano chamado Joaquin Enrique Amortegui Valbuena, e que assinava V.M. Rabolú.

Além de alertar para a tragédia astronômica que era “iminente” dezesseis anos atrás, Rabolú descrevia suas viagens astrais a Marte e Vênus, onde encontrou uma civilização de anões loiros de olhos azuis (Vênus) e uma de guerreiros em armaduras de bronze (Marte).

Nenhum comentário:

Postar um comentário